29 de setembro de 2009

quero um jardim


pode para já ser ao alto, depois decido o que lhe meto

25 de setembro de 2009

21 de setembro de 2009

O^O



o outono começa a chegar-nos. gosto desta espécie de recomeço. ontem fomos recolher folhinhas secas a pedido da educadora. em casa já temos a matéria prima para preparar o doce. desde há três anos que os nossos outonos são mais doces. este ano a abóbora tem dimensões particularmente avantajadas e chegou mais cedo. acho que lhe vou programar vários outros destinos. aceitam-se sugestões.

17 de setembro de 2009

ele


está na fase da ansiedade da separação. já não tem sete mas vinte meses e tem-me ramificado o pescoço em quase todas as manhãs. às teorias que conheço faço ouvidos de mercador. é-me "galináciamente" impossível que mo arranquem do colo com um ah e tal tem de ser e ele pára já de chorar. hoje descaí com um ah e tal ele assim não fica porque passava das 9:30 e mo queriam arrancar mesmo ali, num corredor ( a auxiliar com pé dentro pé fora do elevador). não há diplomacia possível aos vinte meses. e por mais que o resgate o mais tardar pelas 4 da tarde ainda assim me parecem muitas horas sem "ar". e pronto. na próxima vai o pai e mais mês menos mês muda de escola. as instalações são fraquinhas mas tem ar livre a rodos e árvores e terra e, mais relevante, a directora viu-me crescer e tem-lhe amor e isso importa-nos mais.
.
adenda: uma combinação de pai e educadora faz toda a diferença! o sorriso, a diplomacia, a paciência, a doçura que lhe transborda dos olhos e as artes da distração fizeram com que ficasse sem chorar, vacilante mas sem dramatização! há pessoas que fazem a diferença. pé ante pé assim fará caminho.

16 de setembro de 2009

quase quase




tem as três camadas sobrepostas. alterações pelo caminho que incluiram o afastamento dos vermelhos. estou mais satisfeita assim. agora, como verdadeira autodidacta, parto para as derradeiras e desafiantes tarefas apoiada nestas dicas. atinge os 230cm x 170 mas falta acertar os limites. é grande e para principiante dificil de trabalhar.

13 de setembro de 2009

mascarados


o fim da semana carimbado com um ah e tal tem de vir buscar o miúdo imediatamente. saiu de manhã com pingo e supostamente acordou da sesta com 38º. enfiaram-no num wc desinfectado e "mascararam" a educadora para não se infectar. diz que accionaram o "plano de contingência" e o miúdo foi cobaia. meteu linha saúde 24 e tudo, tudinho. até o saco com todos os pertences veio connosco não fosse infectar o infectário. eu só lhe medi 36,9º e troquei o ben u ron por spray de água do mar, mimo e passeio. no dia seguinte não havia nem pingo nem ponta de febre e fomos fazer castelinhos na praia. tenho agora de arranjar uma declaração médica a atestar que o miúdo está bom e não contaminará ninguém, de contrário não pode lá voltar e, uma justificação para a falta ao trabalho. diz que a gripe os anda a pôr tolos. eu não me importo nada de lhe trocar uns dias de clausura por ar livre e mimo de mama, mas as corridas às declarações vão-me chatear. adivinho um inverno meio baralhado.

8 de setembro de 2009

~~~~




andamo-nos a despedir, assim, devagarinho

7 de setembro de 2009

0 ~


duas picadelas acima da sobrancelha camufladas até ao inchaço chegar quase ao seu auge remataram-nos a semana que passou. está visto. o miúdo faz reacções num piscar de olhos.

2 de setembro de 2009

cucu


o miudo não pode com arroz, está visto que talvez só com o tempo. ontem dei-lho cru só para brincar e ele decidiu que gostava dele assim, em cru. é aficionado em uvas e um destes dias comeu mirtilos com satisfação. às vezes repete os sons que nos arranca das palavras mas depois não as repete. chama bibi a tudo o que voa e mama aplica-se a mim mas também à tia. gosta mais de fruta do que de iogurte. gosta dos tostados que lhe dão luta. tem os molares a romper. para a semana completa os 19 meses.

1 de setembro de 2009

I I




irritam-me os pés sofredores. outro dia, uns rasos, lembraram-me o imprevisto. não ando cá para sofrer por gosto nem com gosto. safaram-me uns que comprei de emergência numa grande superfície.

eu vista por mim

eu vista por mim
novembro1982