10 de fevereiro de 2017

mnemónicas no estudo

























tenho para mim que estudar deve ser divertido e nunca em ambiente de tensão. temos sempre relações bipolares com tudo, nomeadamente com a introdução ou não da aprendizagem da leitura supostamente precocemente ou com a execução ou não de trabalhos de casa. olhamos sempre os episódios menos positivos pelo outro lado e por isso um destes dias foram os trabalhos de casa que nos mostraram que um ano de ausência num outro país deixou lacunas, ou não que nos parece que haverá mais colegas com as mesmas. o único exercício trazia inerente a necessidade de se terem presentes as  noções de dividendo, divisor e quociente e destas não estarem apreendidas. metemos muitas vezes "cocó" nos nossos exercícios, já provamos que é na maior parte das vezes na casa de banho que mais produtividade alcançamos. ou porque com o chuveiro a cair nos ouvimos e nos concentramos melhor, ou porque não há no banho elementos de distração, ou porque ali estamos "presos" e elevamos a audição ao expoente máximo. foi assim que chegamos ao COCÓCIENTE (quociente) como produto, ou seja como resultado da digestão da conta, ao RETROVISOR, ou seja o divisor que ficará na conta de dividir lá na janela, e ao DIVIDENDO que deixamos assim sem associações, ficou a ser o termo sobrante. se isto funcionar tenho para mim que estas associações durarão uma vida.

9 de fevereiro de 2017

reciclar


somos uns quase irresponsáveis e fazemos muito pouco do que o que consideramos que deveríamos fazer ainda assim focamo-nos por vezes e sentimos que não só evitamos acrescentar mais uns gramas ao lixo global como também nos sentimos vitoriosos por dar uma outra vida ao lixo. reunimos todos os bocadinhos de lápis de cera partidos, separa-mo-los por tonalidades, derrete-mo-los e voilá: temos lápis novos!

7 de fevereiro de 2017

nona volta ao sol


























quase duas mãos cheias de vida. escolheste uma mão cheia de amigos, a metereologia condicionará o convívio mas a tarde terá a tua cara. atiraste-te aos convites a denunciar a surpresa que lhes queres fazer e andas focado e feliz.

3 de fevereiro de 2017

velocidade



a vida acelera em piloto automático, a condução tem-nos exigido toda a concentração para manter toda a tripulação de cintos apertados. aos poucos vamos completar os dias passados, ao ritmo que nos for possível.

2 de fevereiro de 2017

expressionismo



expressionismo e foco são adjectivos que guardamos muitas vezes para ti.

1 de fevereiro de 2017

do desenho do masculino



no restaurante, em casa, com canetas ou com giz, de frente e de costas. um dia tinhas quatro anos e a exposição das bailarinas do Degas na fundação beyler serviu para te reconfortar nas primeiras frustrações entre o que a tua mente desejava ter no papel e o que a tua mão executava. diz que fazes bigodes porque ainda não sabes desenhar bocas. desenha sempre que quiseres.

eu vista por mim

eu vista por mim
novembro1982