26 de março de 2012

anda comigo ver os aviões


voamos, todos, sem exceção.
temos uma exposição para ver além do museu.
a música de amigos de amigos, a que já assistimos ao vivo e a cores faz três anos, não nos sai da cabeça. da nossa e da dele:
mama vamos estar todo o dia no avião? mesmo todo o dia? e vamos dormir lá? eu não quero dormir, eu quero ir sempre à janela a ver as nuvens.
está bem?

25 de março de 2012

a dobrar


















duplicam as toalhas, os banhos, as roupas por e para lavar. urge organização.

24 de março de 2012

2 sacos / 2 almofadas




















prontos e fresquinhos a saltar para lá!

23 de março de 2012

nine in nine out




à segunda, uma gravidez mais cansativa mas um final menos ansioso e menos rugidos à aproximação de "estranhos". a palavra mamã assentava já como uma luva há mais de três anos e por isso não soava estranha. o segundo menino não nos ensina a ser mãe mas ensina-nos que o amor se multiplica, coisa que antes nos custa a acreditar. queremos muito ter quatro braços para dar mais abraços e a letra do sérgio faz ainda mais sentido. e quando a baba nos cai quando miramos todos os pormenorzinhos do primeiro bebé que nos aterra em casa, a segunda viagem traz o sabor especial dos momentos em que somos meros observadores de enternecedores abraços entre dois irmãos cujo amor e cumplicidades crescem todos os dias. o nosso bebé anda em treinos e já se põe de pé. já gatinha e este é o primeiro grande passo para uma conquista de mobilidade e alguma autonomia. já experimentou roer cenoura e maçã. pão e arroz. e para comemorar dormiu na última noite 10 horas.


22 de março de 2012

celebrar a primavera


















há uma semana a pedalar logo pela manhã directo à escola. um quilómetro e meio de caminho ligeiramente a subir mas que nos põe aos dois logo bem dispostos e nos faz arrancar de casa com mais rapidez. as próximas duas semanas voamos para longe e quando voltarmos ficaremos logo desfalcados. novas rotinas se avizinham e esta nova ficará pelo caminho. um desconsolo.

20 de março de 2012

tricot


















apertei-me muitas calças na adolescência na velhinha singer que o avô comprou a prestações. adorava herdar-la. crochetei ( a palavra existe?) e bordei pontualmente na pré adolescência e deixei  a dança pelo caminho. fui renegando tudo até desviar o coração para o ventre recheado pela primeira vez. nessa altura fui a correr saciar memórias hibernadas. no primeiro puerpério corri a dançar, a costurar e a coser. tarefas duplamente árduas porque na adolescência não havia nada a meu cargo nem que de mim dependesse e eu nunca me tinha apercebido que a corda nos prende tanto. no segundo puerpério a "máquina" que nos "prende" pesa um bocadinho mais nas costas mas com ajuda e colaboração, que a tenho, hei-de-me me lançar de cabeça no tricot. tenho umas luzes que não sei se me iluminarão o suficiente a estrada para saírem mais do que cachecóis. gostava de ter uma meia meia feita e outra por fazer nas agulhas. nós mulheres activas, formadas, tecnológicas e viajadas a recuperar os carapins das avós (às vezes) domésticas, analfabetas, analógicas e nada viajadas. que futuro para este casamento?

19 de março de 2012

família



















mama podes "maquilhar" o meu desenho e pôr num quadro?

17 de março de 2012

ninho vazio
















fui sacudir adiposidades e ando a transbordar-me de líquidos. o ventre andava cheio de nada e eu para já não conto recheá-lo de mais vida, por isso, havia que estabelecer com ele uma relação mais saudável e pacificadora. abrandar o ritmo e retardar proeminências. a coisa já deu dois frutos a barulhar a casa ainda que entre eles um embrião não esquecido não tenha vingado e eu não recuse a ideia de mais barulho. por agora haverá quase sempre 2+1 a preencher-nos os dias de tal maneira que ginástica só a de articulação humana para dar escapadelas tão pontuais quanto possível. o mapa não se apagará facilmente. de ninho vazio e colo cheio hei-de ficar só com o último.

16 de março de 2012

a lagartinha muito comilona

































desenhos espontâneos a propósito deste livro. bom fim de semana.

14 de março de 2012

um dia


















eles vão ter bigode :)

13 de março de 2012

saco


















pronto. cinco meses depois.



11 de março de 2012

10 de março de 2012

mercado de angeiras


















o filho maior já sabe amanhar peixe.

angeiras




7 de março de 2012

eu vista por mim

eu vista por mim
novembro1982