25 de julho de 2007

o primeiro voo


começam a acalmar os tradicionais primeiros sintomas do meu novo estado. já transitava para alguma acomodação mas sinto alguns sintomas a fugir-me ao de leve, ligeiramente menos sono, ligeiramente menos desfalecida. posso dizer que tenho sono sem que me atropelem com um ah pois é mas depois vais sentir isto e aquilo e deves fazer assim e assado e não deves fazer cozido e blá blá blá? sinto-me em plena época de descobrimentos, não me apetece ouvir algumas já mães cujas conversas por vezes me cansam por não conseguirem dar espaço de relaxamento e anteciparem sintomas, sentimentos, sensações tudo prognosticado automaticamente. uma primeira viagem será sempre uma primeira viagem uma exploração do incógnito das descobertas. estas serão as minhas, não as dos outros. podemos aprender os dois a voar descansados?

5 comentários:

Marta Figueroa disse...

:)

rita disse...

concordo inteiramente contigo!
é muito comum uma série de pessoas descarregarem as suas frustrações pessoais nas grávidas que encontram.

Mantém-te com esse espírito e percorre o teu próprio caminho a fazeres as tuas próprias escolhas - é a melhor atitude para uma gravidez fantástica e um parto memorável.

:)

whitecode disse...

as tuas primas são assim tão chatas? :-)

inubil disse...

lindo :)

inubil disse...

abre as asas e voa!

eu vista por mim

eu vista por mim
novembro1982