6 de maio de 2008

pessoas da feira





sábado, numa feira da fronteira igual a tantas outras, constatamos mais uma vez que os têxteis pouco ou nada valem a pena. entre modelos de contra facção pouco escapa. nada de tecidos, já ninguém confecciona roupa nem se preocupa com o "100%" sintético. escapam as frutas e legumes.

1 comentário:

sonia disse...

aqui ha mercados so de tecidos! e sempre cheios!

eu vista por mim

eu vista por mim
novembro1982