15 de maio de 2009

coisas nossas





rói cenoura crua mas recusa toda a comida que não passe na varinha, fiz-lhe uma cara, que já reconhece boca, olhos, nariz, cabelo, pés e barriga sem hesitar, a ver se a brincar lá chegamos. tem quinze meses feitos e rodopia e dança com ou sem música. diz muito poucas sílabas mas é tão igual e diferente de qualquer menino da sua idade. cada um ao seu ritmo e por isso não me venham com a santa clara que quem fica branca sou eu! brinca com tachinhos e barriguitas de todas as cores, demos-lhes banho a ver se sai o mofo de vinte anos (detesto mofo e cheiro a naftalina). sempre que embrulha um "bebé" numa fralda lá vem a discussão dos carrinhos, tem carrinhos e bolas e eu cá acho que brinquedos são brinquedos e há muitas coisas a que não chamamos brinquedos mas com as quais se pode brincar e muito!

3 comentários:

Pátuá disse...

:) santa clara...quando estava no Porto, da minha Francisca diziam-me o mesmo...levá-la a santa clara!!Nunca acreditei nisso e ela fala por os cotovelos!!
O pai tem o preconceito que os meninos só brincam com bolas e carros, as bonecas são "abichanadas" como ele diz, o filho para lhe ferir o machismo, agora anda agarrado a um nenuco da irmã e até dorme com ele :) ... homens!!

beijinhos

umademim disse...

muito havia a dizer a comentários feitos relativamente a etapas de evolução nos mais pequeninos! mas deixemo-los crescer cada um ao seu ritmo!
quanto ao tema dos brinquedos também muito haveria a dizer...troco as voltas a ideias feitas...
na generalidade uma menina a brincar com carros já não chateia...e depois os meninos na escolinha vão a correr para o fogão brincar fazerem o que vêm a mãe em casa fazer....deixemo-los por e simplesmente brincar...
:)

madrid disse...

Pois eu acho que os meninos devem brincar com bonec@s, cozinhas, passar roupa a ferro, e outras tarefas domésticas como treino para a vida adulta e também como imitação do que o pai faz (devia fazer) em casa... ;)
A I continua a gostar de brincar com bolas mas já têm interesse por bonecas, gosta de brincar a passar a ferro (assim imita a mãe) embora ainda não têm interesse pela culinária como o pai.

eu vista por mim

eu vista por mim
novembro1982