23 de junho de 2018

sete anos


tens sete anos. já tens sete anos. passas aos saltinhos pela vida. serpenteias mecos e pinos. trazes um sorriso na mão e um amuo no bolso. sabes dar nome às tuas reações. tens plena consciência das tuas capacidades. és confiante. arrumas-te facilmente e desligas instantaneamente para passar a outra etapa. hás-de ir onde o teu coração te levar e nós, a nossa meia dezena, estará cá a ver-te ir. tens sete anos e os teus alicerces principais lançados, dizem.  agora, nosso miolo doce, a vida é mais ou menos tua. 

Sem comentários:

eu vista por mim

eu vista por mim
novembro1982