23 de março de 2007

passear as linhas




não é minha esta menina, é do mundo. porque elas não são nossas, as crianças e os filhos, nós é que somos delas. a mãe dela é mais dela eu só sou um bocadinho dela. somos atadas a elas e o desate é difícil. a menina faz meninas e acha que o cabelo delas é sempre revolto, como o dela. agita-se a ela e à caneta para o manifestar porque os cabelos são assim endiabrados e estão sempre à frente dos olhos. as meninas também estão sempre de avental. diz ela.
a M. é uma menina de 2003. continuo a vê-la crescer.

2 comentários:

e se disse...

lindo

prima susi disse...

É mesmo muito bonito.......

eu vista por mim

eu vista por mim
novembro1982